Deutschland online bookmaker http://artbetting.de/bet365/ 100% Bonus.

Oficina do Território - Estratégias e ações e valorização territorial: da região ao espaço urbano

No âmbito da preparação do Mestrado em Políticas Públicas e Desenvolvimento Local, a Universidade de Santiago organizou, no Campus da Praia, uma oficina sobre Territórios e Políticas Públicas.

Este evento teve como principal objetivo fazer uma reflexão partilhada sobre os desafios da territorialização das políticas públicas e da ação estratégica descentralizada.

O debate esteve a volta do tema “Territorialização das Políticas Públicas e Estratégias Colaborativas de Base Territorial", que esteve a cargo do professor Fernando Nogueira. Durante a sua apresentação, o professor apontou algumas estratégias de valorização territorial, como, por exemplo, o recurso à escala regional e o uso do espaço público para reconstruir comunidades.

Fez-se uma reflexão conjunta sobre resultados e possibilidades de sinergias de iniciativas relevantes em curso, na qual a Dra. Francisca Santos falou do “Desenvolvimento Municipal” e a Dra. Susana Alfama apresentou o tema “Construído cidades seguras e sustentáveis, desafio de todos e de cada um”.

 De salientar que a oficina contou com candidatos a mestrado em Políticas Públicas e Desenvolvimento Local e com alguns profissionais das Câmaras Municipais da ilha de Santiago.

Os candidatos a mestrado nesta área engrandeceram o evento assegurando que foi uma forma de preparação para o mestrado.

 

Andreia Pereira

Universidade de Santiago acolhe alunas do Instituto Politécnico de Leiria para o estágio curricular

Duas alunas do 4º ano do curso de Nutrição e Dietética do Instituto Politécnico de Leiria (IPL), Heliane Gomes e Teresa Vila Lobos encontram-se na Universidade de Santiago (US) para o estágio curricular na área da Nutrição Comunitária sob a supervisão do docente Ricardo Mendes.

De 4 de novembro a 17 de dezembro as alunas estarão executando atividades em Nutrição Comunitária no Centro de Saúde de São Salvador do Mundo-Picos e na US juntamente com alunos dos cursos de Nutrição e Qualidade Alimentar e Enfermagem.

De acordo com uma das alunas Heliane a escolha de Cabo Verde deve-se ao fato de ser um país de língua oficial portuguesa e por ser antiga colónia, mas, também, “pelo local pelo clima, porque não queremos algo como o ERASMUS que existe no IPL, por ser perto de Portugal e também, queremos fazer um estágio que fosse fora do continente europeu”, declarou.

Sobre a escolha da US a aluna assegurou que escolheram a US pelo fato de ter uma parceria com o IPL, “há uma ponte de contatos, assim é possível estabelecer o estágio, conhecer a vossa cultura e a vossa diversidade.”.

Questionada sobre as expetativas para as seis semanas do estágio Heliane respondeu “é nós podermos desenvolver todo o tipo de atividades possíveis, principalmente, na área da Nutrição Comunitária, mas, também, podermos intercalar nas outras áreas tal como a alimentação coletiva e restauração, podermos, também, fazer uma equipa de multidisciplinaridade com o curso de Enfermagem, que conhecemos hoje. Enfim, enriquecermos os nossos conhecimentos e trocarmos experiências tanto a nível pessoal como a nível profissional”.

De salientar que a US vem recebendo desde o ano passado, alunos do IPL para o estágio na área de Nutrição.

Andreia Pereira

A 6ª edição da campanha de doação de sangue na Universidade de Santiago conta com doadores, na sua maioria, do sexo feminino

 A Universidade de Santiago acolheu, hoje, dia 31 de outubro, uma Campanha de doação de sangue organizada pelo Banco de Sangue do Hospital Dr. Santa Rita Vieira.

Após uma sensibilização, que aconteceu ontem, hoje foi a vez da colheita de sangue e, de acordo com o Técnico do Laboratório do Hospital Santa Rita Vieira, Carlos Martins, teve uma boa adesão.

“Teve uma boa adesão, contámos com uma grande participação dos alunos e professores e acabámos por fazer 20 colheitas, na sua maioria do sexo feminino”.  

O técnico salientou que tiveram grande adesão durante a triagem, mas que o que dificultou a colheita de alguns, foi a inaptidão devido à virose que assola esta época do ano.

Eveline Tavares, aluna do 4º ano do curso de Enfermagem, foi uma das doadores de sangue e conta-nos que correu tudo bem.

“Sempre tinha vontade de doar sangue, só que da última vez que tentei eu estava com hemoglobina baixa. Quando soube que havia colheita decidi vir. Inicialmente, estava com um pouco de medo mas correu tudo bem. Dar sangue é muito importante, porque dar sangue é dar vida, então, como Deus disse que temos que amar o nosso próximo, para isso temos que ajudar com o que temos, como por exemplo, doando o nosso sangue. Isso é muito importante para as pessoas que necessitam, assegurou.

De ressaltar que esta é a sexta edição da campanha de doação de sangue na US a próxima edição será daqui a quatro meses.

 

 

 

Andreia Pereira

RoteirUS Mundi: aprendizagens além da sala de aula e além-fronteiras

Os alunos de Mestrado da Universidade de Santiago continuam a explorar outras culturas e experiências. A I Edição do Programa RoteirUS Mundi tem sido um sucesso e uma experiência marcante para os seus participantes.

De acordo com o Professor António Gonçalves, coordenador do Centro de Extensão Universitária da US, a realização deste programa corresponde a um “salto qualitativo significativo, uma marca alta do projeto de extensão da US”. Um dos grandes ganhos, segundo o professor, é a forma como esta experiência vai ajudar os alunos na conclusão dos seus cursos.

Esta visão é partilhada pela aluna Magdalena Mascarenhas, do 2º ano de Pedagogia, que destacou a formação no software estatístico R, que os alunos receberam nestes dias. A aluna de 1º ano de Pedagogia, Sandra Veiga destacou a importância das visitas feitas às várias escolas do Instituto Politécnico de Santarém, cujas observações a ajudarão “na prática, na realidade de Cabo Verde”. O aluno João Oliveira, finalista de Pedagogia, realçou que esta tem sido uma experiência fantástica que o vai ajudar a “complementar o seu curso”.

De acordo com o professor António Gonçalves, este projeto é para continuar, estando já a ser desenhadas as próximas edições: “A US ganha; o país ganha; os nossos alunos estão de parabéns!”.

 

 

 

RoteirUS Mundi: alunos de Mestrado da US em intercâmbio académico em Portugal

Um grupo de alunos de Mestrado da Universidade de Santiago, acompanhados por professores desta instituição, está, de 11 a 18 de setembro, em Portugal, na I Edição do Programa RoteirUS Mundi.

Este programa de Extensão Universitária conta com a participação de sete alunos dos Mestrados em Pedagogia e Gestão de Recursos Humanos. A comitiva tem estado na cidade de Santarém, na qual já conheceram um pouco da cidade, as diferentes Escolas do Instituto Politécnico de Santarém e outras cidades do país.

De acordo com Emanuel Semedo, coordenador do Mestrado em Pedagogia, a I Edição do RoteirUS Mundi tem sido “magnífica e tem contribuído para o reforço das competências técnicas e pedagógicas dos nossos estudantes”. Para este professor da US, este programa “vai na linha da internacionalização dos nossos projetos, que é uma exigência do mercado, nomeadamente ao nível dos estudos pós-graduados. É fundamental que os nossos alunos tenham contato com instituições estrangeiras e com outros contextos culturais”.

A comitiva continuará as suas atividades até ao dia 18 de setembro. No dia 17, receberá a presença do Magnífico Reitor da Universidade de Santiago, que assinará, com o Instituto Politécnico de Santarém, duas adendas ao protocolo já em vigor entre as duas instituições, como mais uma aposta forte da US na sua internacionalização e na capitalização de parcerias para o fortalecimento da academia em Cabo Verde.

Download Template Joomla 3.0 free theme.