Deutschland online bookmaker http://artbetting.de/bet365/ 100% Bonus.

Pós-graduação em Direito Eleitoral e Partidário

A Universidade de Santiago disponibiliza a pós-graduação em Direito Eleitoral e Partidário, com o intuito de fornecer aos estudantes conceitos básicos para que possam interpretar os princípios constitucionais e os fundamentos teóricos que norteiam a democracia Cabo Verdiana.

Quais são as condições de acesso?

Para aceder à pós-graduação em Direito Eleitoral e Partidário é necessário ter licenciatura completa. Para inscrição e matrícula, são necessários: fotocópia do B.I., certificado autenticado de habilitações literárias, NIF, duas fotografias tipo passe e uma taxa de 3.000$.

Qual é a duração da pós-graduação?

A Pós-graduação em Direito Eleitoral e Partidário, tem a duração de 4 meses.

Quais os prazos de candidaturas/ inscrições?

A Pós-graduação em Direito Eleitoral e Partidário inicia no dia 18 de janeiro, terminando, nesta data, as candidaturas.

Quais são os modelos das aulas?

As aulas em pós-graduação em Direito Eleitoral e Partidária são ministradas no sistema B- learning, ou seja, será um modelo misto, tanto à distância como presencial.

No final do curso o aluno deve elaborar um trabalho individual de carácter científico o qual será avaliado por um júri, nomeado pelo Reitor da Universidade de Santiago, numa classificação de 0 a 20 valores. O trabalho mais bem classificado será publicado na Revista Jurídica da Universidade de Santiago. Obviamente, sendo o curso não conferente de grau, o aluno receberá um diploma que atesta a sua qualidade de especialista em Direito Eleitoral e Partidário.

Secretário do Estado diz que a Universidade de Santiago está preparada para a retoma

A Universidade de Santiago (US) recebeu, hoje dia, 30 a visita do Secretário de Estado Adjunto para a Educação, Dr. Amadeu Cruz. O objetivo da visita foi obter informações sobre o estado do funcionamento da universidade mas, também, inteirar-se das condições do arranque do ano letivo 2020/2021, de acordo com as orientações das autoridades de saúde, tendo em conta o contexto da pandemia da Covid19.

O Secretário do Estado diz que a Universidade de Santiago está preparada para a retoma. Após o encontro com o Magnífico Reitor e a equipa Reitoral, Amadeu Cruz assegurou que a US está a funcionar dentro de alguma normalidade no contexto da covid-19.

De acordo com o governante, a US é um exemplo em termos da adoção de medidas, nomeadamente no que diz respeito ao ensino à distância: “tem um sistema a funcionar dentro da normalidade, com capacidade tecnológica montada, teve o cuidado de formar os docentes e tem os estudantes em condições de acompanhar os processos de aprendizagem nas plataformas digitais, ou seja a US está na linha da frente na adoção de medidas de contingências de ensino à distância mas, tem, também, condições de acolher os estudantes em regimes presencial”, disse.

Amadeu da Cruz tranquilizou os estudantes, salientando podem frequentar esta universidade de uma forma tranquila sem preocupação porque “esta é uma universidade que respeita as exigências em termos da prevenção à Covid19. O Secretário do Estado enalteceu a US como sendo uma referência para o interior de Santiago pois, “tem estado a dar uma contribuição indelével para o capital humano de Santiago e de Cabo Verde, mas, também, tem estado a dar um contributo enorme para o processo económico, científico e cultural da Região Norte de Santiago e de Cabo verde em geral.  

Por seu turno, o Magnífico Reitor mostra a sua satisfação relativamente ao ensino à distância e presencial, assegurando que, neste momento, a US tem muita procura relativamente ao ensino à distância “isso por causa de toda aposta feita e por causa de se recobrir um segmento de estudantes que, se não fosse o ensino à distância, teria aulas presenciais, mas os próprios alunos que estão em regime presencial também têm aulas à distância. Gabriel Fernandes acrescentou, ainda, que tudo isso inclui medidas de ordem sanitária “que estamos a adotar, visando salvaguardar a saúde e a segurança dos nossos alunos mas, ao mesmo tempo, garantindo a viabilidade do ensino e aprendizagem.

De salientar que além dos elogios feitos pelo Secretário do Estado sobre o boas condições sanitárias da universidade para o arranque do ano letivo, a US foi congratulada, também, por se internacionalizar-se. A US este ano tem cerca de 200 estudantes no regime à distância a nível de Cabo Verde e de outras paragens do mundo.

 

Andreia Pereira

Seminário “Trabalho de Parto e Parto em tempos de Pandemia por SarsCov2”

A Universidade de Santiago, através do curso de mestrado em Enfermagem de Saúde Materno-Infantil, realizou um seminário intitulado “Trabalho de Parto e Parto em tempos de Pandemia por SarsCov2”, no âmbito da disciplina de Enfermagem de Saúde Materna II.

O seminário esteve a cargo da professora Carolina Miguel Henriques e também contou com a participação da  Enfª Chefe Paula Amado, Chefe da Urgência, Bloco de Partos e Medicina Materno-fetal da Maternidade Bissaya Barreto, em Coimbra.

Segundo a professora Carolina Miguel Henriques, os partos distócicos são normalmente lentos, de natureza mecânica ou dinâmica. Segundo a professora, o parto mecânico está relacionado com o problema na bacia que não facilita o trabalho de parto ou tem uma cabeça fetal que não facilita no trabalho de parto; já o dinâmico tem a ver com a contracção uterina. A professora falou, ainda, sobre cesariana, destacando os riscos associados à mesma, nomeadamente a morbilidade e mortalidade.

Já a Enfª Chefe Paula Amado falou sobre o “Parto em tempos de Pandemia por SarsCov2”, sobre as alterações que foram feitas na maternidade de Coimbra, da forma como está sendo feita o atendimento no referido hospital e a forma de atendimento das grávidas com Covid-19.

Paula Amado falou, ainda, sobre os procedimentos pós nascimento de bebé, nomeadamente os testes nos recém-nascidos, com uma forte participação dos estudantes de mestrados em Enfermagem de saúde Materno-Infantil, da US abordaram, também a questão do uso das máscaras.

 

 

II Edição Startup Challenge - Universidade de Santiago

Requisitos para a candidatura:

 -Ter entre 18 e 35 anos;

 - Ter uma Formação Profissional, Superior ou estar no último ano de Licenciatura;

 - Estar disponível e com condições para participar no Startup Challenge II sendo um concurso maioritariamente online e conforme o cronograma divulgado;

 - Dispostos a iniciar e/ou diversificar seus próprios negócios em Cabo Verde no prazo máximo de 1 ano após o término da 2ª Edição do Startup Challenge;

 - Nos projetos que tenham estrangeiros, pelo menos 20% do Capital Social terá que ser ou vir a ser detido por um Cabo-Verdiano.

 

Download Template Joomla 3.0 free theme.

Newsletter

Cadastre o seu E-mail e receba as nossas novidades.

Contactos

Está em... Home Notícias e Eventos