Deutschland online bookmaker http://artbetting.de/bet365/ 100% Bonus.

WEBINAR: “Ensino à Distância: A Urgência do Presente e a Reconfiguração do Futuro. A Escola On, o futuro da Educação começa agora”

O curso de Ciências da Educação da Universidade de Santiago realizou uma conversa aberta sobre o tema “Ensino à Distância: A Urgência do Presente e a Reconfiguração do Futuro. A Escola On, o futuro da Educação começa agora”.

O evento foi ministrado pela Professora e Investigadora Sofia Gonçalves e tem como objetivo refletir sobre as reconfigurações escolares em tempo de pandemia.

A pandemia causou e continua a causar alterações profundas em todas as áreas, nomeadamente no domínio da educação. Portanto, de acordo com Sofia Gonçalves “surge, no presente, a urgência de reconfigurar o futuro. Procuramos compreender, confrontar, (re)pensar, (re)inventar, encontrar respostas e possíveis soluções.”

A investigadora disse que nas escolas surge a necessidade de um “plano B” para dar resposta a este grande desafio. Portanto, apresentou alguns desafios colocados à educação, assegurando que “as escolas sejam mais eficazes em termos das aprendizagens, sucesso educativo de todos, numa perspetiva inclusiva e de equidade, apostar na diferenciação pedagógica enquanto instrumento capaz de garantir melhores aprendizagens, repensar todo o processo de ensino e aprendizagem, entre outros.”

Neste sentido, a professora entende que há que se pensar num plano de ensino à distância, no qual será “uma modalidade que se constitui como uma alternativa de qualidade, na qual se promove a integração de vários recursos e ferramentas digitais no processo de ensino e aprendizagem como forma de ser mantida a ligação entre a escola e os alunos.” Entretanto, afirmou que para que um plano tenha êxito é necessário o engajamento do pessoal desde da direção a pais e encarregados de educação e comunidade educativa e parceiros. “Nós precisamos de todos.”

Nesta altura há que elaborar estratégias de comunicação quais sejam “manter o foco nas aprendizagens essenciais, adaptar as estratégias pedagógicas às características dos alunos, investir na literacia digital, ser inclusivo, entre outras, disse aquela educadora. Diz, também, que é importante levar em consideração as formas de avaliação dos alunos, sugerindo que poderá ser através de portefólios, rúbrica, registo de vídeo, narrativas digitais, questionamento, entre outros.

Sofia Gonçalves falou, ainda, dos impatos da pandemia na escola, salientando que, tendo em conta que este é um cenário novo, os professores e os alunos não estão preparados e, além disso, existem um conjunto de desafios que farão com que esta pandemia tenha um impato na escola do futuro.

Embora o virtual não substitui o presencial, no entender da Sofia “é uma oportunidade de podermos ter uma resposta de qualidade em que podemos de conciliar estas duas vertentes de qualidade tão importantes para o sistema educativo, o presencial com o virtual.”

A professora falou, também, da Escola On, que é uma “solução tecnológica que privilegia a interação entre todos os membros da comunidade educativa. É a reconfiguração do presencial para o virtual em que se privilegia a comunicação, a qualidade entre os agentes da comunidade educativa” adiantou.

De acordo com a educadora, optaram por Escola On porque permite mais proximidade, suporte, articulação, uniformização, segurança, lógica, autonomia e flexibilidade, entre outros.

Durante o debate Sofia assegurou que as escolas em Portugal estão a preparar para dois cenários online e presencial e que as aulas online vão muito além do professor e aluno, pois, este método permite, também, a interação entre os professores, alunos e pais e encarregados de educação.

 

Andreia Pereira

Download Template Joomla 3.0 free theme.

Newsletter

Cadastre o seu E-mail e receba as nossas novidades.

Contactos

Está em... Home Notícias e Eventos WEBINAR: “Ensino à Distância: A Urgência do Presente e a Reconfiguração do Futuro. A Escola On, o futuro da Educação começa agora”