Deutschland online bookmaker http://artbetting.de/bet365/ 100% Bonus.

Universidade de Santiago acolhe formação da Comissão Nacional de Eleições

A Escola Superior de Tecnologias e Gestão (ESTG) da Universidade de Santiago acolheu, de 01 a 06 de setembro, a III Edição do Curso de Verão promovida pela Comissão Nacional de Eleições.

Este curso teve como finalidade a capacitação dos intervenientes em matéria eleitoral e permitir à CNE, em complementaridade, preparar formações específicas de acordo com necessidades e o público-alvo.

O Vice-Presidente da CNE, Amadeu Barbosa, faz um balanço positivo do evento, assegurando que a cada edição se nota um aumento do número de participantes.

“Eu acho que o balanço é positivo porque vimos que a cada edição da formação vem aumentando o número de participantes e até com mais qualidade. Portanto, penso que é uma boa iniciativa, sobretudo, quando nós temos essa cooperação com a Universidade de Santiago. Este é o nosso parceiro que consideramos de primeiro grau”.

Questionado sobre a pertinência e importância das temáticas desenvolvidas durante o curso, Barbosa respondeu que “nestas formações transmitimos exatamente aquilo que está no código eleitoral, mas, que é preciso interiorizar que as pessoas dominem essas ferramentas que estão no código eleitoral. O que nós ministramos vai ao encontro daquilo que a CNE precisa e é isso que a sociedade cabo-verdiana espera”.

Amadeu Barbosa garantiu que, para as próximas formações, as temáticas serão desenvolvidas, como sempre, dentro do quadro legal, mas sempre de acordo com as necessidades do público-alvo. “De acordo com o desenvolvimento da sociedade será visto o que é que está a falhar. para que se possam limar as arestas”.

Por sua vez, os participantes mostraram-se satisfeitos com a formação, de modo que asseguraram que o balanço foi positivo.

Irma Fernandes participou pela primeira vez nesta formação e salientou que “esta formação teve um balanço positivo, porque através dela  conseguimos mais bagagens que fará com que consigamos identificar e decifrar melhor as eleições futuras”.

Por seu turno, Fábio Lobo salienta que “enquanto cidadão cabo-verdiano e do mundo fiquei muito satisfeito com esta formação. Indubitavelmente, penso que todos ficaram satisfeitos e que todos saíram com uma noção geral sobre o sistema eleitoral em Cabo Verde, sobre o significado do Estado do Direito Democrático, o conhecimento do Código Eleitoral e a questão da Ética e Deontologia. Esta formação foi muito importante porque nós, os eleitores, passámos a conhecer mais os nossos direitos enquanto cidadãos, de modo que no momento de efetuar o nosso voto deverá ser consciente e em prol de Cabo Verde.

De salientar que o curso realizar-se-á ainda, de 09 a 13 de setembro, no Campus de Bolanha, Assomada.

Andreia Pereira

Download Template Joomla 3.0 free theme.

Newsletter

Cadastre o seu E-mail e receba as nossas novidades.

Contactos

Está em... Home Notícias e Eventos Universidade de Santiago acolhe formação da Comissão Nacional de Eleições