Deutschland online bookmaker http://artbetting.de/bet365/ 100% Bonus.

Os cuidados pré-hospitalares são decisivos na recuperação da vítima

images/emer.jpg

A Universidade de Santiago acolheu hoje um workshop em “Emergência Hospitalar”, realizado pelo Departamento de Ciências da Saúde, Ambiente e Tecnologias (DCSAT), em parceria com os Bombeiros de Santa Catarina e Proteção Civil Regional.

Segundo Elton Alves, coordenador do CESP em Eletromecânica e Sistema de Energia Solar, membro da organização, a ideia deste workshop surgiu “devido a elevados números de acidentes que têm acontecido e ao socorro inadequado que é prestado às vítimas, que leva a muitas mortes”. Com este propósito, a Universidade procurou parceiros para transmitir alguns conhecimentos básicos em matéria de primeiros socorros, pois, “muitas vezes as pessoas não agem devido ao medo e às vezes quando agem, agem de forma inadequada devido à falta de conhecimentos. Nós queremos evitar estas situações”.

Durante três horas, a Sala de Conferências do Campus de Bolanha esteve cheia de alunos, docentes e outras entidades, assistindo ao workshop que teve duas componentes, uma teórica e outra com demonstrações práticas.

Norberto Monteiro, comandante dos Bombeiros de Santa Catarina, apresentou à plateia o kit dos primeiros socorros, adiantando que, “em caso de emergência e se não se tiver este kit, tem que se improvisar, pois, o importante é salvar vidas”. Entretanto, chamou a atenção dos presentes no sentido de, antes de tocarem nas vítimas, lembrarem de se proteger com luvas.

Monteiro realçou a sua satisfação em participar no evento, revelando que “temos o prazer em ensinar e compartilhar os conhecimentos de primeiros socorros com todos os interessados e, desde já, manifestamos a nossa disponibilidade para outras atividades desta índole. A nossa missão é salvar vidas e, ensinando os outros, estamos salvando mais vidas”.

Por sua vez, Amaro Varela, comandante regional da Proteção Civil – Santiago Norte, falou sobre os primeiros procedimentos que são necessários levar em conta, ao tentar socorrer uma vítima em diversas situações, desde acidentes domésticos, viação, incêndios, catástrofes naturais, entre outras.

Varela reforçou ainda que os cuidados pré-hospitalares prestados às vítimas são decisivos no processo de recuperação e de sobrevivência das mesmas.

O comandante regional da Proteção Civil explicou também o porquê de alguns atrasos que têm acontecido em alguns acidentes fora do município de Santa Catarina, adiantando que, normalmente os agentes encontram-se em suas casas, e é preciso localizá-los para, depois, se reunirem no centro e só depois partirem para o local do acidente.

Fez também um apelo à sociedade civil, dando algumas dicas de como pedir primeiros socorros: “Devem identificar-se, dar a localização exata, fazer a descrição de como se encontram as vítimas, se respiram ou não, se há sangramento, mortes, incêndio, vítimas em carro, entre outras informações”. Segundo Varela, estas informações são cruciais para saberem que equipamentos devem levar para socorrerem as vítimas. “Se for um acidente onde existem vítimas dentro de viatura, é preciso levar material para cortar o carro. Caso for um incêndio, vamos num carro mais pesado que contém maior capacidade de extinguir o fogo”. Portanto, solicitamos informações mais precisas para melhor atuarmos.

 A comunidade académica que esteve presente, parabenizou a organização, pois, segundo muitos alunos, são técnicas simples mas ao mesmo tempo complicadas, uma vez que se usadas corretamente salvam vidas, mas se forem usadas de forma errada tiram vidas. Uma chamada de atenção deixada pelos alunos à comunidade em geral foi no sentido das pessoas, independentemente da situação do acidente em que se encontram, escutarem opiniões das pessoas com mais conhecimentos, como forma de agirem unidos em prol da vida das vítimas.

Download Template Joomla 3.0 free theme.

Newsletter

Cadastre o seu E-mail e receba as nossas novidades.

Contactos

Está em... Home Notícias e Eventos Os cuidados pré-hospitalares são decisivos na recuperação da vítima